Empossados Conselheiros para gestão 2017-2020 no Crea-MS

08 FEV2017
Por: Leticia Daniel - Comunicação Senge/MS

Novos Conselheiros do Crea-MS representantes do Senge-MS

Engenheiros em solenidade cantando o Hino Nacional Brasileiro

Conselheiro Titular - Eng. Civil Leandro Thomé Gomez

Conselheira Suplente - Engª. Civil Regina Keiko Hiane Oshiro

Conselheiro Titular - Eng. Eletric. Willian Zimi Ortega Padilha

Conselheiro Suplente - Eng. Eletric. Marcos Antonio Leite das Virgens

Engenheiros fazendo o juramento

Presidente do Crea-MS, Eng. Agrônomo Dirson Freitag assina os Termos de Posse dos novos Conselheiros

Eng. Civil Leandro Thomé assina seu Termo de Posse como Conselheiro Titular

Engª. Civil Regina Oshiro assina seu Termo de Posse como Conselheira Suplente

Eng. Eletric. Willian Zimi assina seu Termo de Posse como Conselheiro Titular

Eng. Eletric. Marcos Antonio Virgens assina seu Termo de Posse como Conselheiro Suplente

Hoje (08) foi realizada a posse dos novos Conselheiros do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso do Sul (Crea-MS). Dentre os 43 empossados, quatro são representantes do Sindicato dos Engenheiros de Mato Grosso do Sul (Senge-MS), sendo nas categorias Civil e Elétrica.
 
A eleição para a escolha e indicação dos Conselheiros aconteceu no dia 10 de janeiro de 2017 na sede da entidade, com aprovação unânime. Na categoria Civil foram empossados como Conselheiro Titular o Eng. Civil Leandro Thomé Gomez e como Conselheira Suplente a Engª. Civil Regina Keiko Hiane Oshiro. Já na modalidade Elétrica foram empossados como Conselheiro Titular o Eng. Eletric. Willian Zimi Ortega Padilha e como Conselheiro Suplente o Eng. Eletric. Marcos Antonio Leite das Virgens.
 
Os novos Conselheiros representantes do Senge-MS ressaltaram a importância da valorização profissional e a defesa do piso salarial. Zimi afirmou, “Um fator importante é que fique bem claro quanto à atuação do Engenheiro Eletricista das demais categorias, pois hoje tem muito sombreamento”. Concordando, Virgens disse que, “precisamos buscar definir mais as áreas, delimitá-las, principalmente dentro da Engenharia Elétrica. Ao longo dos anos, com essa sombra, está tendo a entrada de outras engenharias dentro da engenharia elétrica. Acho que não deveria ter, mas ainda há muito conflito entre as profissões”, concluiu.
 
Os novos Conselheiros empossados comporão o Plenário do Crea-MS até dezembro de 2019.

COMPARTILHE

VOLTAR